Ekir Dagan

Description:

Ekir Dagan, quando preparado para se aventurar, está sempre com sua armadura de couro completa, repleta de penduricalhos, símbolos estranhos, pedaços de pele de animais e adornos excêntricos. Carrega sempre consigo sua espada longa e afiada, presente de um ferreiro após ter salvado sua filha de uma febre misteriosa que só Ekir soube curar. Seu escudo, encontrado no esqueleto de um aventureiro morto nos ermos, possui o símbolo do deus Hamaskis. Seu cabelo é mal cortado e volumoso, seu olhar é distante e sua barba rala, sempre escurece o entorno dos seus olhos, conferindo um aspecto enigmático e sombrio. Normalmente é inquieto, observador, gesticulando sinais estranhos, facilmente confundido com um louco, mas nunca frívolo. Quando quieto parece uma estátua, mas certamente está meditando sobre algum enigma da existência, ou sobre como adquirir a próxima refeição quente e saborosa.

Bio:

Ekir Dagan nasceu nos arredores do lago Libra, criado e educado pelo seu avô, um sábio curandeiro de grande respeito, aprendeu assim, do conhecimento prático e oral, tudo a respeito do que abrange a medicina através de receitas naturais. Jamais tendo conhecimento a respeito da história de seus pais, seu avô manteve esse segredo e o carregou para a morte, sem nunca ter deixado sequer uma pista a respeito. Sozinho no mundo ainda jovem, Ekir peregrinou de vila em vila pelo reino de Analand, hora no trabalho braçal do campo, hora ajudando algum enfermo a restaurar sua saúde, elevando assim sua reputação conforme o passar do tempo e de suas ações.

Tudo mudou quando, instalado numa vila perto do rio Goldflow, um velho de vestimentas exóticas surgiu buscando seu auxílio. Era um antigo amigo de seu avô, um feiticeiro cuja saúde estava debilitada e apenas o avô de Ekir sabia aliviar o sofrimento de tal doença pois a fatalidade era inevitável. Passou Ekir nesse período uma experiência única, da qual modificou totalmente sua visão, literalmente e subjetivamente, do mundo. Reparando nos dons naturais do jovem Ekir, o velho feiticeiro começou a pregar-lhe peças, fazer charadas, brincar e dobrar a mente do jovem Ekir, até forjar a própria morte o velho feiticeiro o fez. Tudo isso quase levou Ekir à loucura, porém era apenas a metodologia do velho feiticeiro em testar as capacidades de Ekir, e com o passar do tempo, alguns truques mágicos foram rapidamente absorvidos pelo jovem curandeiro. Sem muito tempo de vida, o velho feiticeiro, satisfeito com o caminho trilhado, e otimista com o futuro do jovem Ekir, passou seu último conhecimento, citando cada feitiço conhecido, tornando Ekir assim, um jovem feiticeiro independente, subindo assim às estrelas e deixando o mundo dos vivos.

Com o tempo, Ekir passou a investigar locais ermos, buscar não apenas ingredientes para suas receitas de cura, mas também componentes de seus feitiços, e descobriu assim uma vastidão de possibilidades a respeito da vida aventureira, com inúmeros tesouros e artefatos mágicos esquecidos ou em posse dos terríveis seres malignos do Mundo Antigo.

Instalou-se numa vila ruína protegida por um bosque e algumas partes da grande muralha de Analand, um local onde pessoas comuns acreditam ser mal assombrado, porém de pacífica contemplação para Ekir, onde pode exercer livremente suas atividades, vez ou outra sendo interrompido por analandenses buscando ajuda, ou até mesmo visões do futuro. Quando resolve peregrinar, guarda todos seus pertences em um fundo falso de uma das ruínas, para evitar de ser saqueado quando não está no local.

Após o evento da Lua Negra, seu coração palpita mais forte toda vez que vislumbra o futuro de Analand, sabendo, de alguma forma ainda incerta, que tal mal precisa ser reparado, e busca por soluções incansavelmente desde o ocorrido.

Ekir Dagan

Sorcery! HarijanD